3 de junho de 2009

Estamos aqui só de passagem

Conta-se que no século passado, um turista americano foi à cidade do Cairo no Egito, com o objetivo de visitar um famoso sábio.
O turista ficou surpreso ao ver que o sábio morava num quartinho muito simples e cheio de livros. As únicas peças de mobília eram uma cama, uma mesa e um banco.

- Onde estão seus móveis? Perguntou o turista.

E o sábio, bem depressa olhou ao seu redor e perguntou também:
- E onde estão os seus...?

- Os meus?! Surpreendeu-se o turista.

- Mas estou aqui só de passagem!

- Eu também... - concluiu o sábio.


A vida na Terra é somente uma passagem...
No entanto, alguns vivem como se fossem ficar aqui eternamente, e se esquecem de ser felizes.


"Nós, porém, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça." 2 Pedro 3:13

Um comentário:

Danilo Meira disse...

Algumas pessoas esquecem-se de que estão aqui só de passagem. Semana passada faleceu um grande astro da música pop, Michael Jakson, era uma pessoa que conseguiu tudo o que esta vida pode oferecer. Alcançou o sucesso e o estrelato. Consagrou-se como o maior e melhor artista de sua geração, sua música foi ouvida além de sua geração, fez algo na música que seus contemporâneos não fizeram. Segundo suas próprias palavras, ele era a própria personificação da música, por isso se entregava de corpo e alma aos seus trabalhos artísticos. Vendeu mais que Elvys Présley e, depois de sua morte continua vendendo absurdamente mais. Em suma, conquistou o que um mortal talves tenha conseguido sonhar até hoje, alcançou a fama, o poder, teve muito dinheiro, podia comprar qualquer coisa, o que quisesse. Mas e depois da fama e do sucesso, o que vem? O que mais se pode querer depois que um homem consegue alcançar todos os seus sonhos e objetivos? Não tem mais nada a se almejar, nada mais com o que sonhar e conquistar? Não tem nada maior que isso? É só isso?
Dentre as muitas histórias que a Bíblia conta, tem uma que me chama a atenção ao fazer não uma comparação mas sim um paralelo. É a história de Moisés. Moisés também foi um homem que tinha tudo o que um homem de sua época poderia desejar, apesar de saber não ser filho da filha de faraó. Ele sabia que era um Hebreu, mas veja, ele podia estudar nas melhores escolas que existiam no Egito, nas melhores faculdades e universidades, imaginem, um filho de escravos, com um oportunidade dessas e como se não bastasse ele podia ainda erdar o trono do Egito. Isso era ou não era de mais para um descendente de escravos? É, ele podia ter tudo isso, mas preferiu dar um outro rumo em sua vida, e nesse caminho que ele escolheu seguir acabou se tornando o líder de uma grande nação. Mesmo aí, como líder e referencia em Israel ele tinha um sonho e o sonho que Moisés tinha era o mesmo sonho de seus antepassados, era o sonho de Abraão, de Isaque e de Jacó. Imaginem, ele estava prestes a alcançar esse sonho milenar. Depois de quarenta anos ele estava nos limites da terra de Canaã, etava quase entrando, pode-se dizer que estava com os pés nessa tão sonhada e almejada terra. Ah!, se ele tivesse sido um pouco mais paciente no único episódio responsável por deixá-lo de fora daquele lugar. Apesar de ter alcançado o sucesso na vida cristã, Moisés também ficou de fora dessa tão sonhada terra. Era um cristão brilhante, um homem de Deus, um homem de sucesso! Mas não entrou em Canaã. Deus disse: Moisés, você fica desse lado da fronteira. Sabe, aparentemente pra Moisés o sucesso, a fama, a glória haviam chegado ao fim. Pronto, pra Moisés acabou. Puxa, ele queria tanto chegar lá, ver a terra de que tanto se falara durante séculos. Não tinha mais nada a ser conquistado, a única coisa que faltava pra Moisés era entrar na terra prometida e só. Moisés foi eternizado por seus feitos, era uma referencia eté mesmo para Jesus - "e começando por Moisés, discorreu o que dEle estava escrito na lei e nos profetas". Sabemos o fim da história de Moisés nessa terra. Deus tinha algo muito maior a ser conquistado. Maior do que qualquer sonho que podemos ter nesta vida, algo maior que a fama, maiór que o sucesso e a glória que podemos alcançar aqui. Moisés tinha um céu a alcançar,ele tem agora a eternidade ao seu dispor. Moisés alcançou algo que um dia pode ser nosso também. Como diz a letra do hino: "a glória dessa terra é passageira" e muito frequentemente nos esquecemos que "a vida passa e tudo o que ela traz". Quando, por ocasião do sono dos justos, não mais estivermos entre os vivos, de que forma gostaríamos que as pessoas se lembrassem de nós, como irão se referir a nós. Como cristãos, temos um objetivo maior que qualquer coisa que talvez já tenhamos sonhado, um sonho eterno, um sonho que ao se tornar realidade não passará jamais, não terá fim, será ETERNO. Que esse sonho possa se tornar realidade em minha e tua vida.